’’Gripe dos Gatos’’

 
Coriza Herpesvírus Felino ou ’’Gripe dos Gatos’’

Coriza Herpesvírus Felino ou ’’Gripe dos Gatos’’

2024-01-23

O que é a Coriza?

A coriza, também chamada de gripe dos gatos, por apresentar sinais idênticos à gripes dos humanos, é uma doença do aparelho respiratório superior dos gatos. Esta doença e causada por um conjunto de agentes infecciosos, incluindo vírus, bactérias e fungos. Os dois agentes mais comuns são o herpesvírus felino (FHV-1) e o calicivírus felino (FCV).
Esta doença é uma das principais causas de consulta e internamento médico veterinário entre gatos não vacinados. Infelizmente muitos dos animais com esta patologia têm necessidade de internamento no hospital veterinário. Quando tratada tarde, e se evoluir para patologias mais graves, pode deixar sequelas graves ou causar a morte.

Sinais e sintomas da Coriza

Os principais sinais e sintomas da coriza geralmente aparecem entre os 2 a 5 dias após a exposição ao agente infeccioso. Os mais sinais comuns são :
    1. Tosse
    2. Espirros
    3. Corrimento nasal e ocular, muitas vezes com pús
    4. Febre (temperatura elevada)
    5. Anorexia (falta de apetite ou deixa de comer)
    6. Perda de peso
    7. Úlceras na córnea dos olhos
    8. Estomatite (inflamação da boca)
Em casos graves, a coriza pode evoluir para pneumonia, uma infeção pulmonar que pode ser fatal. A sua recuperação pode deixar sequelas.

                               gato limpar olho

Causas da Gripe dos Gatos

O FHV-1 e o FCV são vírus altamente contagiosos. Alguns agentes infecciosos que podem causar coriza em gatos incluem:
    1. Chlamydia felis: uma bactéria que pode causar conjuntivite, inflamação da córnea e pneumonia.
    2. Mycoplasma felis: uma bactéria que pode causar conjuntivite, inflamação da córnea, bronquite e pneumonia.
    3. Fungos: como o Cryptococcus neoformans, que pode causar pneumonia e meningite.

Transmissão da Coriza

A transmissão da coriza pode ocorrer por meio de contacto direto entre gatos, contacto com secreções respiratórias ou contacto com objetos contaminados.
Os gatos infetados podem transmitir o vírus ou a bactéria por meio de tosse, espirro ou contacto com suas secreções oculares ou nasais. Os objetos contaminados, como tigelas de comida e água, brinquedos ou camas, também podem transmitir a doença.

Tratamento da Gripe dos Gatos

O tratamento da coriza geralmente é sintomático e visa aliviar os sintomas e prevenir complicações. Os medicamentos utilizados podem incluir:
    1. Antibióticos: para tratar infeções bacterianas secundárias.
    2. Anti-inflamatórios: para reduzir a inflamação e a dor.
    3. Colírios: para tratar infeções oculares.
Em situações mais graves são aplicados
    4. Aerossóis: para facilitar a eliminação de fluidos.
    5. Fluido terapia: administração de soluções intravenosas para hidratar.
    6. Oxigénio: para facilitar a respiração
    7. Alimentação forçada
Nestas situações, casos mais graves, o gato pode precisar ser hospitalizado para receber suporte respiratório e fluidoterapia para repôr a hidratação.

                                      gato dormir

Prevenção da Coriza

A melhor forma de prevenir a coriza é a vacinação. As vacinas contra FHV-1 e FCV são seguras e eficazes e ajudam a proteger os gatos contra a doença.
Além da vacinação, outras medidas que podem ajudar a prevenir a coriza incluem: 

- Isolar os gatos doentes dos gatos saudáveis.

- Limpar e desinfetar regularmente os objetos e superfícies com os quais os gatos entram em contato.

- Evitar levar o gato para locais onde haja outros gatos doentes.

Quando devo vacinar, qual a idade com que devo vacinar?

A idade recomendada para vacinar o gato contra a coriza é entre as 8 e as 12 semanas de idade. Nessa idade, o gatinho já perdeu a imunidade materna contra a doença e, portanto, precisa ser vacinado para se proteger. Quanto mais tarde for feita a vacina pior, porque estamos a aumenta o risco de entrar em contacto com os agentes que causam a doença.
A primeira dose da vacina é administrada às 8 ou 9 semanas de idade, e a segunda dose é administrada 3 a 4 semanas depois. Após as duas doses iniciais, é recomendada uma dose de reforço anual para manter a imunidade do gato. A dose de vacina atual serve para reativar e manter a imunidade. A necessidade vacinas anuais pode ser vista como um estimulo para que o organismos se lembre a atue contra os agentes causadores da doença.
Em casos de gatinhos resgatados ou que tenham contacto com outros gatos doentes, a primeira dose da vacina pode ser antecipada e administrada a partir das 6 semanas de idade.
A vacina contra a coriza é segura e eficaz e ajuda a proteger os gatos contra a doença. Os gatos vacinados contra a coriza ainda podem contrair a doença, mas, como nos seres humanos, os sintomas são geralmente mais leves e a recuperação é mais rápida.

                                  vacina gato

A não esquecer:

A coriza é uma doença comum em gatos que pode causar uma série de sintomas, incluindo tosse, espirro, corrimento nasal e ocular, febre, anorexia e perda de peso. A doença é causada por um conjunto de agentes infecciosos, incluindo vírus, bactérias e fungos.
O tratamento da coriza geralmente é sintomático e visa aliviar os sintomas e prevenir complicações. As vacinas contra FHV-1 e FCV são a melhor forma de prevenir a doença.

O hospital veterinário da ANIMALcare (HVA) realizar a vacinação e atendimento veterinário 24 horas tendo como principais interessados os residentes em São Mamede de Infesta, Matosinhos, Maia e Porto. A vacina protege o seu companheiro. Em caso mais graves, e caso identifique as situações descritas, o hospital veterinário disponibiliza serviços de internamento, emergência veterinária e consultas que quanto mais cedo forem realizadas mais rápida será a recuperação do seu gato.

                          banner marcação consulta