Blog

Conheça as últimas novidades

 
Golpe de Calor

Golpe de Calor

2021-09-20

O que é?

O golpe de calor consiste num aumento abrupto da temperatura acima dos 40 graus devido à exposição direta ao calor, ao sol e a locais abafados, podendo conduzir a uma falência dos órgãos vitais.
 

O golpe de calor é um dos motivos mais comuns de vinda ao hospital veterinário, dos animais de estimação, durante o Verão.

Os cães e os gatos não transpiram, arrefecendo o corpo através da respiração (arfar), das almofadas plantares e das zonas de pouco pêlo, pelo que perante esta situação aumenta consideravelmente a frequência respiratória.

Os animais mais sensíveis ao golpe de calor são os geriátricos (com mais de 8 anos), os muito jovens (até aos 12 meses), os obesos (com peso acima do normal), os que têm problemas cardíacos e/ou respiratórios e as raças braquicefálicas (como por exemplo o Bulldog Francês e o Bulldog Inglês).

 

Quais os sinais clínicos?

  • Cansaço;
  • Dificuldade em respirar;
  • Salivação excessiva;
  • Arfar;
  • Corpo muito quente e temperatura retal elevada;
  • A língua pode ficar azul;
  • Vómitos e diarreias;
  • Tremores e eventuais convulsões;
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Descoordenação;
  • Fraqueza musculae, sem reação.


O que fazer perante esta situação?

Como esta é uma situação de urgência, o animal deve deslocar-se o quanto antes ao Hospital Veterinário, no entanto é muito importante seguir alguns procedimentos previamente.

  1. O animal deve ser colocado num local fresco e arejado;
  2. Colocar toalhas molhadas frias ou molhá-lo aos poucos, de modo a reduzir a temperatura corporal (nunca usar água gelada);
  3. Tentar oferecer água fresca, sem forçá-lo a beber e sem deixar que beba em excesso e humedecer a boca do animal;
  4. Tentar manter o animal calmo durante a viagem.

 

Como se pode evitar o golpe de calor?

  • Evitar passear o animal nas horas de maior calor;
  • Não deixar o animal fechado no carro ou em qualquer outro local em que a temperatura se encontre elevada;
  • Durante a viagem de carro as janelas devem estar abertas ou o ar condicionado ligado, devendo parar-se de 2 em 2 horas para dar água fresca ao animal;
  • Levar sempre água para o passeio;
  • Sempre que o animal se sentir cansado no passeio, deve parar ou regressar a casa;
  • Em cães com pêlo muito denso, deve ser feita uma tosquia, na altura do verão.

 

Se quiser marcar a sua consulta, pode fazê-lo aqui

 

Artigo escrito por Ândria Nunes (estudante de Medicina Veterinária na EUVG)