Blog

Conheça as últimas novidades

 

 
Animais de estimação: Ajuda nossa saúde mental

Animais de estimação: Ajuda nossa saúde mental

2020-04-15

Os cães têm um “efeito mágico ’’: como os animais de estimação podem melhorar nossa saúde mental em situações de pandemia. Os companheiros caninos desencadeiam caminhos neurais semelhantes ao vínculo entre pais - bebê e reduzem a solidão e a depressão. Agora, novos ensaios de terapia com animais relatam efeitos formidáveis.

O que há com os animais? À medida que as más notícias sobre o coronavírus continuam, "envie-me cães e gatos" tornou-se um grito comum nos social. Esta é uma conclusão fácil de entender para "sinto-me péssimo, ajudem-me". A resposta é sempre a mesma: uma torrente de fotos de animais fazendo coisas engraçadas, mas, de alguma forma, tem um efeito mágico e calmante.

O valor terapêutico do nosso relacionamento com nossos animais de estimação, principalmente cães, é cada vez mais reconhecido pelos investigadores. Os gatos também podem ser maravilhosos,  mas os cães foram domesticados por seres humanos há muito mais tempo e, como até mesmo os amantes de gatos admitem, os cães são muito mais fáceis de treinar para nos fazer companhia. A maioria dos gatos, como sabemos, é admirável por razões completamente diferentes. Marion Janner, investigadora em saúde mental e amante de animais, diz que os cães nos ensinam uma série de lições. “Os cães amam-nos incondicionalmente. Eles são os melhores amigos em igualdade de oportunidades - totalmente indiferentes à raça, sexo, signo, currículo, tamanho da roupa ou capacidade de fazer movimentos bonitos na pista de dança. A simplicidade e a profundidade desse amor são uma alegria contínua, juntamente com os benefícios de saúde dos passeios diários e as conversas com outros proprietários de cães. Eles ensinam as crianças a serem responsáveis, altruístas, compassivas e nos piores momentos como lidar quando alguém que você ama morre. ”

Um pequeno estudo recente de ressonância magnética funcional do cérebro em 18 mulheres mostrou respostas semelhantes em regiões envolvidas em recompensa, emoção e afiliação quando as mulheres observaram imagens de seus filhos e cães de estimação. Ainda não entendemos completamente como isso acontece. O elo que falta poderá passar pela ocitocina, a chamada hormona do "abraço", "amor" ou "carinho". A ocitocina tem um papel fundamental no parto, na lactação e no movimento dos espermatozóides, mas também tem um papel cada vez mais reconhecido no nosso comportamento social, atuando como mensageiro químico em caminhos positivos, que nos dão prazer e que controlam por exemplo a excitação sexual, reconhecimento, confiança, relação mãe-bebê e ligação animal de estimação.

Assim em momentos de crise quando estamos mais em baixo são os nossos companheiros que nos podem ajudar.

Baseado em artigo de @AnnRobinsonGP, 6 Apr 2020 11.47  https://www.theguardian.com/society/2020/mar/17/dogs-have-a-magic-effect-the-power-of-pets-on-our-mental-health